domingo, 6 de agosto de 2017

Filme - Beijar e chorar (2017)

A patinadora Carley Elle Allison foi diagnosticada com um câncer raro de traquéia, porém fez a quimio e consegue vencê-lo por hora. A história conta a história dela, da sua família, do apoio e amor deles, do namorado e tem uma mensagem muito bonita que ela fala no final, por mais que as coisas estejam muito ruins, sorria! O técnico dela falava para encarar uma vitória na patinação como um funeral, mas ela não conseguia!!! Mesmo quando fica sabendo que o câncer se espalhou nos pulmões... Uma história verídica, muito bonita e no final triste, mas tem conteúdo. Ela explica que o local aonde os patinadores aguardam as notas de suas apresentações chama-se "Beijo e choro", motivo do nome do filme ser esse.  Ela faleceu em 31 de março de 2015.

3 comentários:

  1. Assisti ótimo porém triste a fatalidade do câncer e muito bonito o ato dela e sua reação ao lidar com o câncer maligno.

    ResponderExcluir
  2. Linda história. Infelizmente um final triste mas que não deixa de ser comovente e nos ensina muito sobre a vida.

    ResponderExcluir
  3. Há uns 3 meses atrás assisti o filme Kiss & Cry. Uma história linda, de uma moça guerreira, admirável a forma como ela enfrenta a doença .O apoio da família e do namorado dela é uma coisa linda também. Ontem fiquei sabendo da morte da blogueira e modelo Nara Almeida, até então não a conhecia e nunca havia escutado falar sobre ela.Mas ao entrar no instagram vi muitas pessoas falando sobre ela e fui pesquisar .Não pude deixar de comparar a vida dela com a da Carley. Nara também foi uma guerreira admirável .Infelizmente não conseguiram vencer o câncer, mas agora estão nos braços do Pai, sem mais dor e sem sofrimento. Elas deixaram uma lição de vida muito linda para todos nós, que muitas vezes reclamamos por tão pouca coisa.

    ResponderExcluir